Efeito Borboleta

Onde começam as tragédias? Em que momento específico se observou o surgimento de uma ação diferenciada na sequência dos fatos cotidianos que influenciou no surgimento de outras situações? Este é um problema impossível de se resolver, uma pergunta que não pode ser respondida.

O efeito Borboleta é um termo usado por Lorenz (1963) para explicar a dependência entre condições iniciais e resultados finais, e se encontra incorporado à teoria do caos. Este efeito diz que um tufão pode ser causado simplesmente com o bater de asas de uma borboleta do outro lado do mundo.

Esta corrente teórica é cabível em qualquer área de nossas vidas. Afinal, tudo o que acontece neste universo é por influência de algo que aconteceu antes, que irá ter efeito em outra ocorrência, e assim sucessivamente. Até nossos tão lindos astros, estão sujeitos à uma dependência de fatos, que uma vez não acontecida traz consequências trágicas. A Terra gira em torno do Sol porque mantém um equilíbrio constante entre a velocidade de movimento orbital e a força gravitacional de atração do astro maior. Um único desvio em qualquer uma dessas condições e a Terra poderá ser ou lançada para longe deste sistema ou chocada contra o astro central. Acreditando neste pensamento, este efeito pode ser aplicado à questões amorosas, pois um término ou rompimento de relação começa bem antes do ocorrido, é precedido por uma sequência de fatos que levará à ele, e ele, por sua vez, levará à situações dependentemente intermináveis.

Infelizmente, é impossível evitar um “tufão” dentro de um relacionamento quando antes já ocorreu algo que levou à isto. Não dá para mudar o inevitável, à menos que seja evitado o primeiro fato. Uma palavra mal colocada pode ser o bater das asas, ela pode dar início a um número incalculável de situações. Uma falta de atenção também pode iniciar essa nada afável progressão.

Isto quer dizer que seremos eternos prisioneiros das ações sucessivas à uma determinada escolha, então não faça qualquer coisa de qualquer jeito. Saiba ser finório nas suas seleções, pois o que regerá as próximas ações será a triagem que você fará hodiernamente. Portanto, só selecione aquilo que pode te trazer consequências menos ruins, seja seletor, e encare este caos. Bata as asas na hora certa, propícia para uma decorrência amena, e no lugar certo para receber estes mesmos resultados.

Anúncios
Categorias: Tags:

2 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s