Resiliente

Quando se perde tudo, é muito recorrente que as ações pós-traumáticas sejam totalmente negativas, e até trágicas em números extravagantes de casos. Recomeçar nunca foi algo tão simples de se fazer, é um desafio que nem todos estão dispostos a enfrentar, talvez por estarem debilitados demais depois de um tsunami que passou arrasando sua vida inteira.

No entanto, o que descreverei é da coragem que se tem para tomar uma difícil atitude de deixar o passado passar, e as feridas serem curadas para que tudo volte a ser pelo menos metade do que era, além disso, da coragem de acreditar que vai dar tudo certo.

Era 26 de dezembro, vésperas de virada de ano, e todos estavam muito felizes com mais um ano chegando ao fim, além de ser mais um motivo para as festas. Luzes de todas as cores maravilhavam ainda mais os grandes edifícios de Phi Phi, e se alastravam por toda a cidade, alcançando todo e qualquer olhar. Todos se preparavam para a contagem regressiva, sem saber o real motivo para esta contagem adiantada. Enquanto muitos esperavam as festas ansiosos, outros observavam algo estranho na praia: as águas estavam recuadas de tal forma que embarcações ficaram ancoradas em plena terra.

De repente uma grande onda surgiu do mar e foi engolindo tudo o que havia em sua frente. Destruindo toda a magia das festas, as luzes que maravilhavam toda a cidade. A partir daquele instante, Tailândia não seria mais a mesma. Havia horror em toda parte, mortos para todos os lados, pessoas desaparecidas, gritos de desespero que se confundiam com clamores e o barulho das águas sendo um terrível monstro naquele momento, tornando-se antagonista de várias histórias.

Uma das razões da tragédia ter atingido tanta gente é que naquela época não havia nenhum tipo de sinal de alerta que fizesse as pessoas saírem das áreas de risco. Por isso, as ondas gigantes chegaram e pegaram todos desprevenidos”.

Passados quatorze anos, é quase impossível acreditar que antes aquele país sofreu com uma terrível inundação. A cidade de Phi Phi é outra, é diferente, seus moradores deram a volta por cima e acharam forças para recomeçar, mesmo com todas as perdas.

Este foi um verdadeiro exemplo de recomeço, de superação e determinação.

Essa história toda revela, de forma drástica, o quanto a resiliência deve ser praticada. Os dramas que se vive diariamente não podem nos deixar travados para perceber a beleza dos recomeços. O que era entulho pode se transformar em vias cheias de vida e ainda mais lindas que antes. Histórias traumáticas podem ser mais que isso, podem chegar à fases surpreendentes só por não ter parado na fase anterior. Seja resiliente, pois a beleza da vida é sempre acordar com vontade de recomeçar, e acreditar que poderá ser muito melhor amanhã.

Fonte: essemundoenosso.com.br (Adolfo Nomelini)

Categorias ReflexõesTags , , , , ,

2 comentários em “Resiliente

  1. Melhor Blog 😍 o que acabei de ler com certeza foi muito Bom, Um incentivo para prosseguir mesmo com todas as dificuldades da vida ‘E acordar com vontade de recomeçar, e acreditar que poderá ser muito melhor manhã’.👏👏
    Parabéns Junior continue assim. ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Muito obrigado, linda… um dos objetivos do blog é este, fazer com os leitores sintam-se motivados. 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close