Você Só é Você Porque Não é o Outro

Ser você mesmo nesta era é questão de coragem. Afinal, se faz necessário seguir inúmeros padrões impostos por quem nem ao menos te conhece, para que se possa ter acesso a um pedaço de terra na existência.
Desde quando a vida se tornou o que os outros querem que você seja?! Comece a pensar em todas as vezes que não tomou alguma decisão por conta do que as outras pessoas poderiam “falar de ti”. Ou até mesmo, parou de usar determinada roupa; não quis mais ter um estilo antes ansiado, ou parou de gostar daquelas músicas que julgaram ser “ruins”, só pelo simples e ridículo fato de os outros julgarem ser.
Quando falamos de estilo, vontade, desejo ou até mesmo a imagem social que você exterioriza, estamos querendo chegar à uma nomenclatura que dá vida à uma orquestra formada por todas essas palavras (ou pelos vários significantes e significados delas) na mente. Estamos querendo chegar à personalidade. Mas o que pensar sobre personalidade? Vejamos.
Outras janelas dizem que a personalidade é “a individualidade pessoal e social de alguém”. Sendo assim, o que seria a individualidade?
Esta é a “reunião das características que diferencia uma pessoa” de outra. Com isto, fica claro que você só é você porquê não é o outro, ou seja, você tem suas particularidades, suas ambições, estilos, gostos, preferências e vontades. O outro faz aquilo que melhor cabe a ele, e não é porque cabe a ele que caberá a ti também. Um exemplo bem “simples”: nem sempre a roupa que o outro usa caberá em você, ela pode ficar grande ou pequena demais para seu corpo, no entanto, isto não quer dizer que você deve se adequar à ela. JAMAIS!!! Ela é que tem que estar de acordo com suas medidas.
Não tem como viver feliz, sendo o que os outros determinam que você seja, na verdade nem tem como viver, pois marionetes não têm vida, elas só obedecem os comandos de quem as “balança” para acordar. E isto nem de perto é ter vida.
Depois de todas estas afirmações, digo ainda:
Saia das cordas das determinações, dos lábios de outrem. Você gosta deste estilo, desta música, desta roupa. Então, tenha coragem, e vista-se da forma que você se sentir melhor, ouça as músicas que te fazem bem, e seu estilo tem que ser exteriorizado de acordo com suas vontades. Sua imagem social é você quem vive, e, apesar de ter sido construída com ajuda, é a SUA imagem social. Afinal, não existem gostos ruins. Existem, na verdade, gostos diversos. Ótimos gostos diversos.

 

three women wearing turbands
Foto por Dazzle Jam em Pexels.com
Categorias Sem categoriaTags , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close